Introdução ao RayFire com Physx

3 04 2010

Mais uma matéria de estudo de partículas. Desta vez com o renomado RayFire, utilizado em várias produções cinematográficas como Matrix, Exterminador do Futuro, entre outros…

Aproveitei esse feriado pra pôr a mão na massa (ou melhor, nas partículas) e ficar mais antenado com esse material. Antes foi o Real Flow (que está querendo ser substituído pelo Glu3D no meu PC hehe) e agora o Ray Fire que certamente é a melhor opção – fácil, intuitivo e com suporte ao reactor padrão do 3DS Max e à incrível engine da nVidia, o Physx!

Acabei fazendo uma gracinha com essa caneca que eu tinha há tempos atrás, quando fiz o material gráfico pro evento universitário Café com Idéias. O resultado não é dos melhores e não chega nem perto do que o RayFire é capaz de fazer de verdade, mas dá pra se ter uma idéia do que essa poderosa ferramenta é capaz de fazer.

Blow! By Rafa

O que é notável logo nas configurações do programa, é que ele usa um tipo de script de Pro-boolean que fatia o objeto todo em fragmentos. Embora eu odeie essa ferramenta que ferra com a malha toda, o RayFire consegue facilmente manter a aparência do objeto e das faces e ainda assim fatiando pequeninos pedaços, até mesmo no interior dela.

Renderizado com V-ray. Enviroment e Reflection/Refraction maps com HDRI e dois vray light planes no alto com intensidade bem sutil, só pra suavizar as sombras a custo de render mais rápido (as sombras geradas pelo HDRI ficam manchadas e pra isso, teria de “chumbar” alguns elementos do irradiance map e assim, aumentando o tempo de render).

Pós-produzido no photoshop adicionando a camada de Ambient Occlusion.





Estudo de Realflow [updated]

30 03 2010

Conquistei tempo e me livrei da preguiça. Não sei como.

O que sei é que RealFlow é muito bacana, poderoso e até que fácil (?).

Ao longo, eu vou vou inserindo novos posts relacionados a partículas e fluídos com real flow e quem sabe outros …

Obs: post editado e atualizado com uma nova imagem, beeeeem melhor. A anterior o leite parecia mais gesso em estado líquido haha

Simulando leite com Real Flow 4